Air Plants

Já ouviu falar em plantas aéreas? 

Apesar de parecer coisa de ciência ficção, essas plantas pertencem ao nosso maravilhoso planeta. 

 

O gênero Tillandsia é composto por mais de 650 espécies! O fato delas parecerem bromélias não é por acaso, ambas pertecem à mesma família. Na natureza é possível encontrá-las crescendo em árvores- até mesmo em cactos. Porém, não devemos confundir com parasitas, aqui estamos falando de plantas epífitas. Qual é a diferença? A parasita se hospeda e retira nutrientes de seu hospedeiro, a epífita apenas se hospeda, sem oferecer prejuízos. Ou seja, a visita perfeita.

Na nossa loja é possível encontrar algumas das espécies mais encantadoras, entre elas: cacticola, duratii, ionantha, jucunda, usneoides e a hipnotizante xerographica. Por não precisar de terra, é a planta perfeita para os mais criativos. Pendure, crie uma instalação pra ela, ou simplesmente apoie diretamente em cima do seu móvel. 

CUIDADOS

Para manter sua Tillandsia saudável, recomendamos procurar um local com boa circulação de ar e claridade natural (não sol direto). Para regar: borrife água três vezes por semana. Perceba que a tonalidade verde de suas folhas vai mudar, ficando mais vivo quando a planta estiver devidamente hidratada. Ao finalizar as borrifadas, chacoalhe a planta para que ela não fique com água empoçada, evitando assim que apodreça.

Como com toda planta, os cuidados não devem ser seguidos cegamente, eles são apenas um guia. Percebeu que a sua planta está com um aspecto ressecado, com as pontas perdendo o verde? Sinal que ela está com sede, borrife mais. Está fazendo frio, os dias estão mais nublados e percebeu que a sua planta está demorando mais para secar? Borrife menos. 


Um dado curioso: dê preferência para molhar sua Tillândsia durante o dia. Porque? Suas folhas, tanto na parte superior quanto inferior, são cobertas por tricomas (tipo escamas) que absorvem água. A noite as escamas tendem a fechar, sendo assim, sua planta irá hidratar menos.

Outro fator para ter em mente é que durante a noite possa demorar mais para a água evaporar da planta. No caso de dias muito frios, pode até causar a sua morte.